Sobre o inverno na Alemanha – Por Chucrut dos Santos

Vi no inverno passado um post que dizia que na Alemanha estaria fazendo frio, com temperaturas abaixo de dez graus negativos. Nada demais, pois conheço isso muito bem, já estou acostumado.

Curiosos foram os comentários de brasileiros, que vivem no Brasil (!), adorando o post, dizendo que “o frio seria uma delícia”, que queriam estar aqui, que seria uma maravilha passar o inverno na Alemanha um dia e coisas parecidas. E tudo isso, claro, sem deixar de dar aquela pitada maliciosa, falando mal do Brasil, onde é quente demais, onde nada presta, e, em contrapartida, supondo que a Europa é que seria um lugar maravilhoso, onde dá para usar pulôver de gola alta, que seria “trés chique”, num delírio  sem tamanho, já que pulôver de gola alta não quer ser chique, mas prático para proteger a garganta do frio severo.

passando frioPensei: será que esse povo sabe mesmo o que diz? Essas pessoas acostumadas, no máximo, com o “friozinho” do sul do Brasil – sem querer desmerecer o frio nacional ;-), que não tem a mínima ideia do que significa sair de casa de manhã cedinho, sentir nos ossos essa frieza, ainda ter que andar com cuidado para não cair e levar um tombo feio, isso sem falar do nariz escorrendo e dos inúmeros resfriados. Essa gente não sabe o que significa ter altos custos com energia, já que as casas precisam ser aquecidas e iluminadas também de dia, pois há pouca luz natural, amanhecendo às 9 ou 10 da manhã e escurecendo às 4 da tarde, ou às vezes nem clareando direito, ficando o céu escuro durante todo o dia.

Eles parecem achar engraçado entrar em depressão por essa falta de luz, ou sentir dores nas articulações (algo que afeta mais os mais velhos, mas não somente!) e tentar marcar uma consulta com um ortopedista ou um fisioterapeuta, mas escutar que está tudo lotado e ter uma hora marcada para semanas ou mesmo meses depois.

Como pode alguém pensar que é divertido e agradável ter que vestir várias camadas de roupa, meias grossas, luvas, cachecol, toca, mesmo que seja só para ir ali rapidinho na padaria? E depois voltar, tirar toda essa roupa, com a sensação de ser uma cebola, “descascando-se” camada por camada…

E a pele seca? Né brincadeira não, gente! Muita gente sofre muito com isso no inverno.

Qualquer ser humano “normal” que vive aqui fica doido para pegar o primeiro avião e ir para bem longe do inverno, passando um tempo no hemisfério sul, fazendo a mesma coisa que os pássaros, que não são bestas e dão no pé, ou melhor, na asa, e se mandam para a África ou qualquer outro canto quente, onde podem beber água ao invés de “lamber sorvete”. Se quem pode sai no inverno e vai passar essa época em outro lugar, como é que tem gente querendo vir para bater dentes e tremer? Tá louco!

E a neve, ah, a neve! Quanta gente dizendo que adoraria viver onde neva, como se neve fosse alguma brincadeirinha da natureza, como se não bloqueasse as ruas, tornando-as perigosas, provocando acidentes, mortos e feridos, causando atrasos em trens, impedindo o pouso ou decolagem de aviões, chegando, em casos extremos, a paralisar todo o país. Sem dizer que essa porcaria vira lama, sujando tudo, se misturando com sal e pedras que se joga nas ruas para evitar escorregos, causando uma meleira sem fim, sujando o prédio, melecando tudo.

Gente louca essa, que lê -10 °C (sensação térmica de -15 °C ou mais baixa ainda) e sai dizendo que isso seria uma maravilha, que isso sim é que seria uma vida boa, que deseja viver no inferno, desculpe, no inverno alemão, sem pensar na bobagem que está dizendo.

Que cada um faça suas próprias experiências, mas se você é um desses que têm o grande sonho de viver num frio tão grande, achando que vai ser gostoso, chique, divertido ou seja lá o que for, me perdoe, mas você não sabe de nada, inocente 😉

 

 

Leia também:

Se preparando para o inverno na Alemanha

Dicas úteis para quem está chegando ou para vir,e que passará seu primeiro inverno na Alemanha. Se prepare bem e curta melhor o inverno.

Coisas que você não deveria fazer na Alemanha

Leia sobre algumas coisas que você não deveria fazer na Alemanha, evitando assim alguns problemas que podem ter consequências desagradáveis.

Última atualização deste post: 26/08/2017

Curta Alemanha para Brasileiros no Facebook e acompanhe as publicações do site

 
 

Gostou? Compartilhe. Obrigado 🙂