Visto para reunião familiar (Familienzusammenführung) na Alemanha

Informações sobre a reunião familiar de pessoas que já vivem no país e querem trazer sua família para a Alemanha.

Cidadãos alemães, da União Europeia ou de outros países (contanto que possuam permissão de estadia ou de estabelecimento – Aufenthaltserlaubnis ou Niederlassungserlaubnis), que vivam e trabalhem na Alemanha, têm o direito de trazer sua família (cônjuge e filhos menores). Isso se chama reunião familiar (Familiennachzug ou Familienzusammenführung).

O membro da família necessita de um visto para entrar na Alemanha e, depois, uma vez aqui, de uma permissão de estadia para poder viver no país.

A reunião familiar é limitada ao cônjuge (casado ou em união civil registrada) e aos filhos menores de idade do casal. Se a pessoa que vive na Alemanha é menor de idade e quer trazer parentes para cá, isso se limita a seus pais. Outros parentes, como pai e mãe, tios e tias ou avós, só podem vir para a Alemanha no âmbito de uma reunião familiar em casos excepcionais extremamente restritos.

Se a pessoa que estar para vir for cidadão de um país da EU, valem regras especiais mais generosas. Nesse caso, a pessoa pode viver e trabalhar aqui sem necessidade de visto ou permissão de residência.

Como proceder para uma reunião familiar?


Para a reunião familiar, normalmente é necessário solicitar um respectivo visto em um consulado alemão (ou setor consular da embaixada alemã) no país, no qual a pessoa que deseja vir para a Alemanha vive continuamente (há pelo menos seis meses). É importante que o visto seja solicitado especificamente para o fim de reunião familiar.

Brasileiros pode entrar na Alemanha sem visto e solicitar a permissão de estadia para reunião familiar depois de entrar no país (vide nota abaixo).

Nota:
Observe que cidadãos da Andorra, Austrália, Brasil, Canadá, El Salvador, Honduras, San Marino, Israel, Japão, Nova Zelândia, Mônaco, Coreia do Sul e Estados Unidos que venham para Alemanha no âmbito de uma reunião familiar podem entrar no país sem visto e solicitar a permissão de estadia diretamente na Alemanha. Independentemente disso, recomenda-se entrar em contato com o consulado antes de viajar e conferir a atualidade dessa informação.

Para que o visto seja concedido, normalmente é necessário atender alguns requisitos:

  • A pessoa que deseja vir para a Alemanha tem que possuir um passaporte válido.
  • A identidade da pessoa tem que ser claramente comprovada (o que normalmente é constatado pelo passaporte).
  • O parente que já vive na Alemanha tem que ter renda suficiente para suprir também as necessidades da(s) pessoa(s) para quem o visto foi solicitado, sem que seja preciso recorrer a auxílio social do Estado.
  • A pessoa que requer o visto não pode ter antecedentes criminais e não representar perigo para a segurança e a ordem na Alemanha.
  • O membro da família que já vive na Alemanha tem que possuir uma permissão de estadia ou de estabelecimento (ou a nacionalidade alemã).
  • O membro da família que já vive na Alemanha, se não for alemão, tem que comprovar espaço suficiente em sua moradia para abrigar o(s) familiar(es) a chegar.

Permissão de estadia para reunião familiar para marido, mulher, parceiro ou parceira

A reunião familiar para cônjuge da pessoa que já vive aqui pressupõe um matrimônio (ou união civil registrada) válido. A permissão de estadia não será concedida se houver indícios de casamento fictício ou se uma das partes tiver sido forçada a casar.

Ambos os cônjuges têm que ter completado os 18 anos de idade. O parceiro/a parceira que deseja vir para a Alemanha tem que saber falar o idioma alemão em nível básico (A1). Os conhecimentos básicos da língua alemã podem ser dispensados se houver problemas de saúde ou outros motivos que impeçam ou dificultem tal aprendizado.

A pessoa que já vive na Alemanha tem que possuir uma permissão de estadia ou de estabelecimento (ou a nacionalidade alemã), moradia e renda grandes o suficiente.

O cônjuge de uma pessoa que já vive na Alemanha e possui o Cartão Azul da UE (Blaue Karte UE) não precisa comprovar conhecimentos da língua alemã.

Permissão de estadia para reunião familiar para filhos e filhas

Filhos e filhas com idade abaixo de 16 anos têm direito a receber a permissão de estadia para reunião familiar se ambos os pais (ou a pessoa que tem a guarda) possuírem uma permissão de estadia ou de estabelecimento (ou a nacionalidade alemã).

Jovens que já completaram 16 anos, mas ainda não atingiram os 18 anos, só têm esse direito se mudarem juntamente como ambos os pais (ou com a parte que tem a guarda), se dominar bem a língua alemã (nível C1), se tiver uma formação profissional concluída ou se houver outro motivo que permita pressupor que a pessoa em questão não terá dificuldades de se integrar na Alemanha. Isso não se aplica se os pais possuírem o Cartão Azul da UE.

Permissão de estadia para reunião familiar para outros parentes

Outros parentes (irmãos ou filhos adultos, pai e mãe, avós, tios e tias…) só podem imigrar para a Alemanha em caso excepcionais. Um desses casos seria, por exemplo, a necessidade de cuidados da avó que vive sozinha no país de origem, se não houver outra possibilidade de ampará-la. A aprovação desses requerimentos é rara e é decidida individualmente pelo departamento de estrangeiros.

Mais informações:

berlin.de – Nachzug von Familienangehörigen

Make it in Germany: Kindernachzug

Estudar alemão na Alemanha – Visto para curso intensivo

Brasileiros que aprendem a língua alemã podem estudar diretamente na Alemanha por um período máximo de um ano. Se você tem vontade de estudar alemão na Alemanha, estas informações poderão ser úteis para você.

Sete dicas para estudar na Alemanha

Tenho de falar bem o alemão, como posso achar a universidade mais adequada para mim, há bolsa de estudo? Neste artigo, você encontra sete valiosas dicas para quem quer estudar na Alemanha.

O sistema educacional e o acesso à educação na Alemanha

Uma noção do sistema educacional, dos estabelecimentos de ensino na Alemanha, além de informações sobre o aprendizado de alemão e português para crianças e escolas bilingues.