Início Trabalhar na Alemanha A Alemanha procura profissionais de enfermagem e cuidados geriátricos

A Alemanha procura profissionais de enfermagem e cuidados geriátricos

A mudança demográfica na Alemanha faz crescer a necessidade de profissionais na área de saúde e cuidado de idosos. Para as entidades que oferecem esses cuidados, como hospitais, abrigos de idosos e outras instituições de assistência, está se tornando cada vez mais difícil atrair e reter funcionários qualificados em número suficiente. Por isso, a Alemanha procura com urgência profissionais de enfermagem e cuidados geriátricos.

-

A mudança demográfica torna-se cada vez mais visível na Alemanha. À medida que o envelhecimento avança e a expectativa de vida da sociedade aumenta, cresce também a necessidade de serviços de internação e de atendimento ambulatorial. Para as entidades que oferecem esses cuidados, como hospitais, abrigos de idosos e outras instituições de assistência, está se tornando cada vez mais difícil atrair e reter funcionários qualificados em número suficiente. Por isso, a Alemanha procura com urgência profissionais de enfermagem e cuidados geriátricos.

De acordo com a análise de escassez de mão-de-obra da Agência Federal de Emprego da Alemanha, para cada 100 vagas na área de saúde e cuidados geriátricos, apenas 29 são ocupadas. Diante disso, a garantia de mão-de-obra qualificada nessas áreas é um desafio fundamental a ser vencido pela Alemanha.

O trabalho nas áreas de enfermagem e cuidado de idosos

O perfil profissional tanto na área de enfermagem como o trabalho com idosos abrange a observação, o aconselhamento e os cuidados de pacientes em regime de internação ou ambulante. Além disso, a depender da especialização e da qualificação, a assistência a médicos, a documentação, a avaliação dos cuidados administrados, a execução de instruções médicas e o apoio à família do paciente.

Aumento drástico da demanda de pessoal qualificado devido ao envelhecimento da população

O envelhecimento da população alemã tem aumentado drasticamente a demanda de cuidadores de idosos qualificados. Estima-se que até o ano de 2050 o número de pessoas que necessitam de cuidado deverá aumentar em mais de 50 por cento. Garantir que essa demanda seja suprida por profissionais devidamente qualificado é um grande desafio para a Alemanha.

Boa oportunidade para profissionais estrangeiros

Uma das estratégias para vencer este desafio é o recrutamento de profissionais estrangeiros.

Mas quem deseja trabalhar nessa área, na Alemanha, precisa ter sua qualificação reconhecida. Para obter tal reconhecimento, normalmente é necessário comprovar a qualificação profissional e que fala alemão suficiente.

Esse reconhecimento deve ser solicitado junto ao órgão competente do estado, no qual se deseja trabalhar. Uma vez aprovado, esse reconhecimento vale em toda a Alemanha. É necessário observar o seguinte:

  • Formação profissional reconhecida na Alemanha: sua qualificação profissional na área de enfermagem ou cuidado de idosos obtida no Brasil (ou em qualquer outro país) precisa ser reconhecida na Alemanha. O órgão competente verifica se sua qualificação corresponde ao perfil profissional exigido na Alemanha. Mas mesmo que isso não seja o caso, é possível fazer cursos adicionais de adaptação de currículo.
  • Conhecimentos suficientes da língua alemã: a depender do estado, você precisa falar alemão no nível B1 ou B2 do Quadro Europeu Comum de Referência para as Línguas (QECR).
  • Aptidão física e mental: você terá que apresentar um atestado emitido por um médico alemão que comprove sua aptidão física e mental para poder exercer a profissão.
  • Conduta: você precisará comprovar uma boa conduta através de um atestado de antecedentes criminais emitido, a depender de sua situação, por no Brasil (ou no país que você vive) ou na Alemanha.

Para o reconhecimento, não é determinante a nacionalidade da pessoa, mas o lugar onde concluiu a formação:

  • Formação em um país da UE: caso tenha adquirido sua formação na área de enfermagem ou cuidado de idosos em um país-membro da União Europeia ou do Espaço Econômico Europeu, você receberá normalmente um reconhecimento automático de sua qualificação profissional. Deve-se observar, entretanto, que é necessário falar alemão suficiente (vide acima).
  • Formação em um país fora da UE: na Alemanha, ainda existe uma regra que determina que vagas só podem ser preenchidas por profissionais de países que não fazem parte da UE se elas não puderem ser preenchidas por alemães ou cidadãos da União Europeia. Essa regra deixará de existir a partir de 2020, mas já hoje é possível trabalhar nessas áreas, mesmo vindo de fora da EU, pois profissões nas áreas de enfermagem e cuidado de idosos encontra-se na lista de profissões com escassez de oferta. Isso significa que é possível recrutar profissionais de países terceiros.

Antes de qualquer coisa, é importante se informar sobre as possibilidades que sua formação lhe abre na Alemanha. Então, o primeiro passo é reconhecer sua qualificação. Depois, a depender do resultado, você tem duas possibilidades:

  • Sua formação é totalmente reconhecida:  se sua formação for reconhecida sem restrições e você tiver os conhecimentos necessários da língua alemã, você pode partir para a procura emprego. Assim que tiver uma proposta de trabalho concreta, você pode solicitar um visto em um consulado alemão no país de origem. Após chegar na Alemanha, você deverá ir ao Departamento de Estrangeiros (Ausländerbehörde) e solicitar uma permissão de residência específica para trabalhar nas áreas de enfermagem e cuidado de idosos. A partir de 2020, será possível solicitar um visto de até 180 dias para procurar emprego na Alemanha.
Observe que o „cartão azul“ da UE não se aplica para profissionais das nas áreas de enfermagem e cuidado de idosos por não se tratar, na Alemanha, ao contrário de muitos outros países, de uma formação acadêmica.
  • Sua formação não é totalmente reconhecida: caso o órgão responsável constate que lhe faltam qualificações teóricas ou práticas para o reconhecimento total de sua formação, você pode participar de medidas de adaptação/complementação na Alemanha. Durante essa fase de adaptação/complementação, que pode durar até 18 meses, você poderá trabalhar em função auxiliar (Pflegehilfskraft).

 

Maiores informações sobre o reconhecimento de sua formação e sobre os órgãos competentes em cada estado você encontra neste site, em vários idiomas, mas, infelizmente, não em português: www.anerkennung-in-deutschland.de

Fonte: make-it-in-germany.com

Comente via Facebook

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Comente via Facebook

Comente via Facebook